0 2 Antônio Valim de Melo e Maximina Augusta de Melo de Franca-SP e Uberaba-MG – Foram os pais de Eulina de Melo Lima c/c José Joaquim de Lima, bisneto do Capitão Domingos da Silva e Oliveira – Os Souza Lima e Castro de Uberaba-MG

ANTONIO VALLIM de Melo c/c Maximina Augusta de Melo (Faleiros)     É PAI DE  Eulina de MELLO LIMA .

E DE MAIS FILHOS DE SOBRENOME VALIM DE MELO EM UBERABA-MG

Aqui em PDF os antepassados de Maximina

Antepassados de maximina augusta do de melo 12 8 17

Aqui a árvore genealógica imensa e rica da mãe do Padrinho Antônio Valim

Antepassados de tereza umbelina de melo

EULINA c/c Jose Joaquim de Lima    É MAE DE   ESMERALDA DE Melo LIMA.

Esmeralda c/c Amintas Eudoro de Castro é  MAE de Luciana de Castro  Silveira

Luciana é mãe de Paulo César de Castro Silveira, autor deste site

DORO E ESMERALDA são os pais de JOSÉ DE CASTRO, ANTONIO CARRILHO NETO, TEREZA QUE CASOU COM FIICO,  ROBERTO, SUZANA E LUCIANA.

Na foto acima, as filhas do Antônio Vallim e de Maximina Augusta de Melo

EULINA (solina) IDALINA e AUGUSTA (filhinha).

filhas do PADRINHO ANTONIO VALIM E MADRINHA MAXIMINA

os avós naquele tempo eram assim chamados: PADRINHO E MADRINHA.

É uma fotografia que  a dona Mercedes Garcia de  Andrade,  prima de Maximina, guardava,  em 1990, em Patrocínio Paulista-SP, de recordação das visitas do Vallim e de Maximina àquela cidade.

Estas fotos se perderam devido ao pouco caso dos herdeiros da dona Mercedes. Ela tinha me oferecido as fotos e eu devia ter aceito.

Guarde suas fotos antigas, escanei, nos mande, coloque nome das pessoas atrás da foto.

JOAQUIM GONÇALVES VALLIM, casado com TEREZA UMBELINA DE MELO tiveram 16 filhos,

um deles ANTONIO VALIM DE MELO casado com MAXIMINA AUGUSTA DE MELO,,,,

Maximina Antonio Valim e Filhos viveram na Fazenda da Conquista, depois chamada Fazenda Santa Maria, na nova sede, e perto de onde é o Conjunto Valim de Melo em Uberaba-MG.;

A Filha Eulina de Melo Lima é aqui estudada. teve 12 filhos.

EULINA casou-se com JOSÉ JOAQUIM DE LIMA, filho de Francisca Alvina da Cunha Campos, neto de Tereza Euzébia da Silva e Oliveira e bisneto do CAPITAO DOMINGOS DA SILVA E OLIVEIRA.

são eles: enoch, esmeralda, joaquim, elza, maria, nair, josé, mario, adalberto, antonio, helenita, 

São centenas de descendentes de Antônio Valim de Melo e Maximina Augusta de Melo

 

NESTA FOTO     Antônio Vallim de Mello, Maximina Augusta de Mello e filhos e filhas, Uberaba-MG, +- 1900

Estão da esquerda para a direita: Maximina, tio quizinho, solina, idalina,

sentados, zeca, padrinho valim,  ozório e filhinha.

digitalizar0004

Antônio Vallim de Mello, Maximina Augusta de Mello e filhos e filhas, Uberaba-MG, +- 1901

Estão da esquerda para a direita: Maximina, tio quizinho, solina, idalina,

sentados, zeca, padrinho valim,  ozório e filhinha.

LEIA MAIS SOBRE MAXIMINA AUGUSTA DE MELO  nestas páginas deste mesmo site aqui:

JOAQUIM GONÇALVES VALIM, túmulo 9 no cemitério de Franca-SP, dono da Fazenda Cristais dos Valim,  c/c Tereza Umbelina de Melo, irmão de dois barões,  é o PAI DE  ANTONIO VALLIM DE MELLO, o Padrinho Valim dono da Fazenda da Conquista (Santa Maria), hoje no Conjunto Valim de Melo em diante.

ANTONIO VALLIM de Melo c/c Maximina Augusta de Melo (Faleiros)     É PAI DE  Eulina de MELLO LIMA .

EULINA c/c Jose Joaquim de Lima    É MAE DE   ESMERALDA DE Melo LIMA.

Esmeralda (((c/c Amintas Eudoro de Castro)))) é  MAE de Luciana de Castro  Silveira, Roberto Carrilho de Castro, AntOnio Carrilho de Castro Neto, Terezina de Castro, José de Castro, Suzana de Castro,

Luciana é mãe de Paulo César de Castro Silveira, autor deste site

 

SAM_0601

 

NÓS PROCURAMOS BISNETOS E TRINETOS DE 11 FILHOS DE JOAQUIM GONÇALVES VALIM e de TEREZA UMBELINA DE MELO.

PROCURAMOS DESCENDENTES DE 11 de 13, porque dois somos nós: o primeiro marido de Maximina (josé valim de melo, que é pai do tio quinzinho), e, o segundo marido (antonio valim de melo) da Maximina Augusta de Melo.

São eles:

1- Mariana Carolina de Melo, falecida, casada com JOSÉ DE PAULA DA SILVEIRA, deixando 13 filhos:

  • Joaquim de Paula Silveira de Ituverava-SP,
  • João José de Paula
  • José de Paula Silveira Júnior, Ituverava-SP
  • Manuel da Paula Silveira, Ituverava-SP
  • Antônio de Paula Silveira, Ituverava-SP
  • Francisco de Paula Silveira, Ituverava-SP
  • Tereza Umbelina de Jesus, casada com Joaquim Heitor de Paula
  • Mariana, c/c João Carlos da Silva Ituverava-SP
  • Ana c/c Joaquim Rodrigues Vilela, Ituverava-SP
  • Hipólita c/c Silverio Carlos da Silva – Ituverava-SP
  • Maria fal. c/c Francisco de Paula Silveira fal. deixa um filho –
  • Candida. fal. foi c/c Cerylo de Paula Silveira, deixa um filho em Igarapava-SP. filho cerilo de 3 anos.
  • Marciano de Paula Silveira, solteiro, 16 anos, Ituverava-SP

2- Maria Ubaldina de Melo c/c Francisco Antonio Vieira, Cássia-MG.

3- Inácia Carolina de Melo – fal. c/c Joaquim Garcia Lopes da Silva, 9 filhos: (primos)

  • José Garcia Lopes da Silva, casado, Batatais-SP
  • José Garcia Lopes da Silva Júnior
  • Tereza Carolina da Silva, cc Liberio Francisco Martins, moradores e São Sebastião do Paraíso-MG.
  • João Garcia Lopes da Silva, casado, Patrocínio Paulista-SP
  • Antônio Garcia Lopes da Silva, Patrocínio Paulista-SP
  • .. Garcia Lopes da Silva, Patrocínio Paulista-SP
  • Manuel Garcia Lopes da Silva, casado, Luminárias, Comarca de Lavras-MG.
  • Mariana Carolina da Silva Rosa, falecida. Foi casada com Cassiano do Couto Rosa, dois filhos em São Sebastião do Paraíso-MG – josé de 4 anos e Ana de 2 anos.
  • Luciano Garcia Lopes, solteiro, 22 anos, morador em Sapucaí.

4- João Valim de Melo, casado,

5- Umbelina Candida de Melo, c/c Antônio Teodoro de Oliveira,

6- Ana Carolina de Melo, c/c Antonio Diogo Garcia Lopes (primos)

7- Ele Inventariante JOAQUIM VALIM DE MELO, casado.

8- Hipolita Carolina de Melo, viuva

9- Maria Luciana de  Melo, c/c Antonio Carlos de Vilhena

 

 

10- Francisca Euzebia de Melo c/c Juvêncio Faleiros

Dona Chiquinha (Francisca Euzébia de Melo) teve com Juvêncio do Nascimento Faleiros, fal. Franca-SP em 27/set/1928,  6 filhos, a saber:

-a – Maria Teodora Faleiros Monteiro (Mariquinhas) *13/10/1869  em Franca-SP, c/c o vereador de Franca-SP Manoel Gonçalves Monteiro Pacheco (Neca Monteiro). Faleceu em São Paulo-SP e sepultada em Patrocínio Paulista-SP, talvez em roça em Itirapuã-SP. Tiveram 8 filhos.  Um deles é o tronco dos Monteiro da Farmácia de Penápolis-SP, o JUVÊNCIO FALEIROS MONTEIRO ( Juvencinho )* 29/07/1890.

-b-  EMILIANA FALEIROS LOPES c.c. ALFREDO LOPES, irmão do jornalista ÁLVARO ABRANCHES LOPES, redator de ― O Francano e com este redigiu em                                                                                                                                    certa época outra folha de Franca-SP.  Falecido Alfredo, Emiliana casou com JOÃO DOS SANTOS, de nacionalidade portuguesa. Sem descendentes.

-c- DEOLINDA FALEIROS DE CASTRO,*07/10/1876, na casa situada à rua Monsenhor Rosa, onde depois se instalaram os marceneiros suecos Olson, e mais tarde um templo protestante. Casada a 2702/1892, com AMÉRICO MACIEL DE CASTRO, filho de Joaquim Maciel Terra.  Celebraram as sua bodas de ouro em 26/02/1942- e claro- em Franca-SP. (Vide o Comércio da Franca, dessa data, n.1464, ano XXVII. Deolinda faleceu em 17/07/1952.  Tiveram nove filhos.

-d- ELISA FALEIROS DE MORAIS, * 30/12/1878, em Franca c.c. HENRIQUE DE MORAIS.

– e- MARIA DOLORES  FALEIROS COSTA (Cotinha), *NASc. 03/01/1888 em Franca-SP;  c.c. ELIODORO IGNÁCIO DA COSTA FILHO, tiveram cinco filhos.

– f – ÁVILA FALEIROS RAMOS (TITUCA) , c.c.  OLÍVIO RAMOS. O casal residiu em Bauru-SP e em outras localidades da zona da E. F. Noroeste .  Tituca ficou viúva e veio a falecer em 1944.

 

 

11- Comendador Manuel Valim de Melo, falecido em Franca-SP em 1918. E que foi dono da Fazenda Japão. (ficou com a casa da cidade, na rua das rosas, casa historica demolida).

12- ANTONIO VALIM DE MELO, c/c Maximina.

13- José Valim de Melo fal. deixando um filho, Joaquim, Tio Quinzinho, 14 anos, tutelado por Antonio Valim de Melo.

 

 

 

=

JOAQUIM GONÇALVES VALIM E TEREZA UMBELINA DE MELO TIVERAM 13 FILHOS CASADOS EM DIVERSAS FAMÍLIAS.

POUCOS CONTINUARAM COM O APELIDO açoriano da Ilha do Pico  VALIM, PORQUE MUITAS FILHAS PEGARAM NOME DOS MARIDOS, ALGUNS destes maridos SÃO OS PRIMOS GARCIA LOPES.

ESPARALHARAM-se;

O VAlim de MElo de PEDREGULHO-SP DEU ORIGEM AOS SABIO DE MELO, os SAMELLO.

Tereza Umbelina de Melo de altíssima linhagem da Ilhoa Júlia Maria da Caridade, dos bandeirantes, do fundador de Taubaté-SP Jacques Félix,  teve dois irmãos barões.

ESTE SITE TEM VÁRIAS PÁGINAS DAS FAMÍLIAS DA MAXIMINA

Pais da Maximina e os Pais do Antônio Valim de Melo

José Alves Falleiros e Maria Theodora dognto

HISTÓRIA ENGRAÇADA DO PADRINHO VALIM

ANTONIO VALIM DE MELO casou-se, em 29 de janeiro de 1881, na Freguesia do Patrocínio do Sapucaí -SP, no civil, temos o casamento deles na Matriz de Franca também, com a viúva MAXIMINA  AUGUSTA DE MELLO.

Bem, o velho valim, o antonio valim, que gostoso ouvir estórias dele pela tia elza, pelo tio mário e por minha avó esmeralda e sua filha tia tereza e pelo ivan valim.

ele bravo com os netos, todos tinham que seguir com ele a cavalo para uberaba, ele que ajudou e muito a construção da igreja de São Domingos… os netos tinham que ir todos juntos atrás dele a cavalo. a tia tereza conta que ele ia na igreja de ituverava, afinal não era longe da fazenda do japão em jeriquara onde ele morava. 3 vezes por anos todos se reuniam com ele, todas as crianças como ele na mesa grande na casa da fazenda….  um salão enorme com uma mesa grande.

e no livro dos descendentes do seu filho Zé Valim,,, conta que ele começava a cortar todo mato no pasto mas logo passava para o violão.. a vó esmeralda contava essa parte que ele não deixava um matinho sequer no pasto..

e a maria fumaça da mogiana assoviando logo acima da fazenda… hoje a linha nova passa um pouco mais longe…..

HISTÓRIAS EMOCIONANTES DE ANTONIO VALIM DE MELO E DE MAXIMINA

Existem duas estórias do Padrinho e da Madrinha que são além da imaginação e rigorosamente verdadeiras, contadas por seus filhos e netos:

1- Estando na roça ou nos pastos da sua fazenda, Antônio Valim de melo teve uma visão de seu irmão que acabara de falecer em Franca-SP. Não sabemos qual. Pode ter sido o Comendador Valim, homem muito bom falecido em 1918. Eles tinham combinado que quem morresse apareceria avisando ao outro. O irmão contou que tinha um telegrama lá no Beraba para para o Padrinho Valim, avisando do falecimento:

– Como é lá no outro mundo, perguntou o Padrinho Antônio Valim:

– Olha, abriu as mãos como se mostrasse um fio de linha, é mais fino que este fio que você não está vendo.

O Padrinho foi para dentro de casa; mandou a Madrinha arrumar as malas, e, pegaram o trem para franca-SP. Na época era o ramal de Franca-SP da Mogiana que passava pelo Beraba.

  • No Beraba, Padrinho não quiz o telegrama… já sei o que é… não precisa me dar não.

O outro caso aconteceu com a Madrinha Maximina – também absolutamente verdadeiro.

Ela, que tinha na parede do quarto riscos de quantos terços tinha rezado, gostava muito de uma de suas cunhadas, que pode ser aquela que era santa, a segunda esposa do Ozório, falecida em 1915, e, que as crianças adoravam.

Ela, a  falecida, apareceu no quarto da Madrinha Maximina, e, conversou muito tempo com a Madrinha. Talvez fosse já quando a Madrinha estava viúva e dormia só. Custou aceitar a ir morar na casa dos outros. O Ivan, menino na época, dormia lá, na fazenda que hoje é dele.

A cunhada disse que para a Madrinha não  achar que foi sonho iria deixar a toalha dobrada no banheiro, e, quando a Madrinha levantou-se de manhã lá estava a toalha como ela havia dito.

Joaquim Gonçalves Valim e Tereza Umbelina de Mello

DAQUI SAIMOS PARA IRMOS PARA UBERABA-MG

Fazenda Cristais dos Vallim e Fazenda Japão:

FAZENDA JAPao

Pais e irmãs da Maximina Augusta de Melo, O José Alves Faleiros e Maria Teodora do Nascimento

familiafaleirosjosealves

 

Carta da Esmeralda de Melo Lima ao pai dela, o José Joaquim de Lima, esposo da Eulina, Solina.

esmeralda

 

 

job para madrinha

SAM_0341

Tumulo da Maximina e do Antônio Valim de Melo no Cemitério de Uberaba-MG

Aqui estudamos Antonio Valim de Melo e Maximina.

TEmos neste site várias paginas sobre Antepassados de Maximina e de TEreza Umbelina de Melo ambas de grande nobreza.

Sempre diziam que Eulina Solina nasceu em 1886 mas foi em 1882 ano seguinte do casamento abaixo.

a DATA DE NASCIMENTO DA EULINA 10 DE JUNHO BATE. tinha 32 dias no batizado.

portanto nasceu mesmo em 10 de junho, data em que também se casou em 1902 com 20 anos redondos.

a

a

=

a

AQUI O CASAMENTO NO RELIGIOSO NA MATRIZ DE FRANCA EM 1881 DO ANTONIO VALIM COM A MAXIMINA VIUVA DO JOSÉ VALIM, IRMAO DO ANTONIO VALIM.

HÁ UM CASAMENTO EM CARTORIO RARO PARA A EPOCA DE 1881 MAS TEM EM PATROCINIO PAULISTA ver abaixo

MAXIMINA e ANTONIO VALIM DE MELO se casaram na Igreja Matriz de Franca do Imperador em 29 de janeiro de 1881.

Mesma data do civil (raro mas foi) em Patrocinio Paulista.

AQUI DA CLARAMENTE ANTONIO VALIM DE MELO FILHO LEGITIMO DE JOAQUIM GONÇALVES VALIM E TEREZA UMBELINA DE MELLO

É assim que se tem certeza: Com certidões.

maximina e valim um

Lei do levirato, morreu casa a viuva com o cunhado.

maximina e valim dois

Na foto abaixo, ANTONIO VALIM DE MELO e MAXIMINA AUGUSTA DE MELO, da família NOGUEIRA, GOMES DO NASCIMENTO e BARROS MONTEIRO.

==========================

NESTE TEXTO TEM A FAZENDA JAPÃO E A CRISTAIS ALGUNS ANOS DEPOIS DE REPARTIDA E VENDIDA E O PADRINHO VALIM TER IDO PARA UBERABA-MG

fazenda japao um

fazenda japao dois

fazenda japao tres

fazenda japao quatro

a

a

Ver sobre MAXIMINA na página José Justino Faleiros.

Antônio Vallim de Mello, vivia na Fazenda  Cristal dos Vallim, ou Fazenda do Vallim; e na Fazenda Japão, onde hoje ficam os municípios de Ribeirão Corrente, Jeriquara e Cristais Paulistas, próximos a Franca-SP. Na época, todas estas terras pertenciam á Villa Franca do Imperador.

Com a morte dos pais, Antônio Vallim e seus irmãos dividiram as terras, que chegavam a 10km de cumprimento e Antônio Vallim, trocou, em 1893, sua parte na Fazenda Cristal, com um  genro do CAPITAO DOMINGOS.

Sim, José Bento do Valle foi para Franca-SP e ANTONIO VALLIM adquiriu a FAZENDA DA CONQUISTA, que fora do CAPITAO DOMINGOS, em UBERABA-MG.

E ali, faleceu em 03 de janeiro de 1933.

================================

a

a

a

Esse homem honrado trabalhador e maravilhoso que ia sempre, de Uberaba-MG,  visitar os parentes em Patrocínio do Sapucaí-SP , e que lá até nos anos de 1990 ele ainda era  lembrado em Patrocínio Paulista na Festa dos Faleiros.

Ele que da fazenda Japão entre Jeriquara e Ribeirão Corrente, ia de cavalo, muito devoto que era, até à Igreja de Ribeirão do Carmo, em Ituverava-SP.

Também passava lá em Ituverava-SP quando ia para Patrocínio Paulista-SP.

Que ajudou à construção da Igreja de São Domingos em Uberaba-MG.

Que capinava todo o pasto da antiga Fazenda da Conquista, agora rebatizada de Santa Maria. Sim, Vallim não deixava nem um matinho no pasto.

Vó Esmeralda conta também que o Valim tinha um  uniforme novinho da Guarda Nacional.

Ali, 3 vezes por ano, se reuniam e tiravam foto em frente à fazenda, toda a família, netos , bisnetos. A CASA FOI INAUGURADA no dia do aniversário de MAXIMINA, em 1 de novembro de 1901.

Sim, a família se reunia no dia do aniversário do Antonio Vallim, no dia de Santo Antônio e no dia….

Netos foram 50 ao todo.

Toda essa família junta hoje daria milhares de pessoas.

=====

a

a

Abaixo as fotos de 1916 e a foto de 1926, onde aparece o bisneto ZÉ DO DORO, no  colo de Esmeralda de Mello Lima.

NOTA: na foto de 1916, foi registrado errado que a foto era de 1918.

E na foto de 1926, está errado, datada 1927.

CLIQUE DUAS VEZES NAS FOTOS ABAIXO, e elas ficarão em tamanho grande e você verá TODOS NOSSOS AVÓS E PRIMOS EM DETALHES:

a foto é de 1916, está marcado errado 1918.

=

A Família se reunia 3 vezes por ano na Fazenda.

nesta foto. de 1926, Maximina já tinha seu primeiro bisneto, Zé do Doro que está no colo da Esmeralda.

Zé do Doro é também o primeiro neto da Solina, Eulina.

==

.

Antônio Vallim de Mello, Maximina Augusta de Mello e filhos e filhas, Uberaba-MG, +- 1900

======

a

Aqui, eu me sentei no mesmo lugar em que minha avó Esmeralda estava na foto de 1926, com  tio José do Dóro no seu colo:

Junho de 2010, Séde da fazenda do Antônio Valim de Melo

a

a

Esmeralda de Melo Lima, filha de Eulina Augusta de Melo e de José Joaquim de Lima, nascida, em Uberaba-MG, em 25 de maio de 1905 e falecida em 1996.

Lima porque veio de Ponte de Lima Portugal veja video

a

BATISMO DE EULINA E IDALINA FILHAS DE ANTONIO VALIM DE MELO E MAXIMINA AUGUSTA DE MELO.

eulina 24 6 16

Relógio de parede que era da Vovó Solina:

Solina fazia receita de todo quanto é doce. os cadernos de receita delas sobreviveram.

Ela dizia que única fruta que não dá doce é o abacate. e a Esmeralda me contava a mesma história que ouviu da mãe dela, a Solina.

sam_7040

a

a

a

Batismo da Idalina.

Teve 10 filhos, a única mulher foi a Maria Resende. Ela cuidava de toda a contabilidade dos negócios deles.

A casa da tia Idalina ficou para a Maria Resende. Foto nesta página.

A Idalina uma noite.. falou,, o jeito é ir dormir né… dormiu e nada de levantar…..

Morreu dormindo.

idalina 24 6 16

Casa da Idalina em 2016; em breve será demolida. A nossa história vai sendo levada. Fica na antiga Olhos d  ´Agua. hoje Barão da Ponte Alta  um quarteirão abaixo de onde ficava a casa da irmã da Idalina, a Solina.

sam_7070

a

a

a

a

O Paraíso no meio do Atlântico de onde viemos, nós Valim: Gonçalves Valim- A Ilha do Pico, nos Açores: Freguesia de Piedade do PICO

Ilha do Pico vista desde a Ilha de Sao Jorge

=

LEIA MAIS SOBRE MAXIMINA AUGUSTA DE MELO  nestas páginas deste mesmo site aqui:

=

a

a

a

a

JOAQUIM G VALIM c/c tereza umbelina de melo  é o PAI DE  ANTONIO VALLIM DE MELLO

ANTONIO VALLIM c/c maximina augusta faleiros    É PAI DE  Eulina de MELLO LIMA .

EULINA c/c jose joaquim de lima    É MAE DE   ESMERALDA DE Melo. LIMA.

Esmeralda c/c amintas eudoro de castro é  MAE de Luciana de Castro  Silveria

Luciana é mãe do autor deste site, Paulo César, autor deste site

a

aa

a

=

http://silvalemes.blogspot.com/2009/01/amaro-da-silva-lemes.html

=

MAXIMINA e ANTONIO VALIM DE MELO se casaram na Igreja Matriz de Franca do Imperador em 29 de janeiro de 1881.

=

VEJA NAS DUAS FOTOS ABAIXO O ACENTO DE CASAMENTO de Maximina e Antônio Valim de Melo:

=

=

continuação:

=

a

a

a

aa

a sede da fazenda do valim

=

=

HISTÓRIAS EMOCIONANTES DE ANTONIO VALIM DE MELO E DE MAXIMINA

Existem duas estórias do Padrinho e da Madrinha que são além da imaginação e rigorosamente verdadeiras, contadas por seus filhos e netos:

1- Estando na roça ou nos pastos da sua fazenda, Antônio Valim de melo teve uma visão de seu irmão que acabara de falecer em Franca-SP. Não sabemos qual. Pode ter sido o Comendador Valim, homem muito bom falecido em 1918. Eles tinham combinado que quem morresse apareceria avisando ao outro. O irmão contou que tinha um telegrama lá no Beraba para para o Padrinho Valim, avisando do falecimento:

– Como é lá no outro mundo, perguntou o Padrinho Antônio Valim:

– Olha, abriu as mãos como se mostrasse um fio de linha, é mais fino que este fio que você não está vendo.

O Padrinho foi para dentro de casa; mandou a Madrinha arrumar as malas, e, pegaram o trem para franca-SP. Na época era o ramal de Franca-SP da Mogiana que passava pelo Beraba.

  • No Beraba, Padrinho não quiz o telegrama… já sei o que é… não precisa me dar não.

O outro caso aconteceu com a Madrinha Maximina – também absolutamente verdadeiro.

Ela, que tinha na parede do quarto riscos de quantos terços tinha rezado, gostava muito de uma de suas cunhadas, que pode ser aquela que era santa, a segunda esposa do Ozório, falecida em 1915, e, que as crianças adoravam.

Ela, a  falecida, apareceu no quarto da Madrinha Maximina, e, conversou muito tempo com a Madrinha. Talvez fosse já quando a Madrinha estava viúva e dormia só. Custou aceitar a ir morar na casa dos outros. O Ivan, menino na época, dormia lá, na fazenda que hoje é dele.

A cunhada disse que para a Madrinha não  achar que foi sonho iria deixar a toalha dobrada no banheiro, e, quando a Madrinha levantou-se de manhã lá estava a toalha como ela havia dito.

Veja mais fotos, dezenas de fotos, no slideshow que coloquei nesta página, Não deixe de ver as fotos minhas na casa da Maximina:

https://capitaodomingos.wordpress.com/0-0-0-2-fotos-da-casa-de-maximina-fazenda-santa-maria-fazenda-da-conquista-uberaba-2010/

=

Casa inaugurada em 1 nov 1901, aniversário de Maximina

=

a

a

a

Favor ler a mensagem de Doug Holmes sobre os Valim:

O Doug é o genealogista que mais estuda os Valim no mundo:

http://www.dholmes.com/valim.html

=

Você  já leu sobre Eulina de Melo Lima na página JOAQUIM INÁCIO DE SOUZA LIMA. Eulina se casou com José Joaquim de Lima, que é filho de Francisca Alvina (a vovó chiquinha) e neto da Vovó Tereza, e bisneto do CAPITÃO DOMINGOS.

E agora você VAI LER SOBRE:

Eulina (Solina) e seus antepassados importantes. Pereira do Lago, Valim, e Nogueira.

O pai da  EULINA DE MELO LIMA (VOVÓ SOLINA), esposa de JOSE JOAQUIM DE LIMA, filho de JOAQUIM IGNACIO DE SOUZA LIMA.

O   ANTONIO VALIM de MELLO, pai de Eulina,  da família Gonçalves Valim e família Garcia Lopes.

==============

a

a

aa

http://www.dholmes.com/valim.html

http://www.dholmes.com/articles.html

VALIM Um sobrenome da ilha do Pico – A Surname from the island of Pico  Açores – Azores

Eu trabalhei para os 4 dias passados em compilar as famílias da freguesia de Piedade (que incluído Ribeirinha), Pico. Primeiramente, eu estava ligando das famílias nomeadas VALIM.

I worked for the past 4 days on compiling the families of the parish of Piedade (which included Ribeirinha), Pico. Primarily, I was linking up the families named VALIM.

O nome VALIM aparece em a maioria das freguesias do Pico, especial a metade oriental da ilha, e os registros não são velhos bastante permitir com certeza de 100% como todo são relacionados. Mas presume-se que todos estiveram relacionados e descendentes de dois irmãos, suposta de França, que veio a Pico no médio do século XVI.

The name VALIM shows up in most parishes on Pico, especially the eastern half of the island, and records are not old enough to allow with 100% certainty how all of them are related. But it is presumed they were all related and descendants from two brothers, supposedly from France, who came to Pico in the middle 1500s.

No freguesia de Piedade/Ribeirinha, minha pesquisa revela duas famílias principais de VALIM lá.

In regards the parish of Piedade/Ribeirinha, my research reveals two main VALIM families there.

PEREIRA VALIM – Esta família grande é de Ribeirinha e tem descendentes numerosos em Califórnia.

This big family is from Ribeirinha and has numerous descendants in California.

GONÇALVES VALIM – Esta família é de Piedade e eu sou um dos descendentes, que incluem também muitos em Brasil.

This family is from Piedade and I am one of the descendants, which also include many in Brasil.

Todas as famílias de VALIM foram conectadas tanto quanto como possível, mas a pesquisa não está completa. Há pessoas numerosos nomeados no século 18 adiantado e século 17, quem por causa da falta dos assentos mais velha, ser conectada muito provavelmente nunca.

All the families of VALIM have been joined as much as possible, but research is not complete. There are numerous people named in the early 1700s and 1600s who, because of the lack of older church records, will most likely never be all linked together.

Primeiramente, os registros de casamento foram consultados como a fase uma desta pesquisa.

Primarily, the marriage records have been consulted as phase one of this research.

A fase dois será uma busca dos registros de batismo a descobrir todas as crianças de cada casamento.

Phase two will be a baptism record search to discover all the children these couples had.

A fase três será encontrar todos os registros do óbito destas famílias.

Phase three will be to find all the death records of these families.

A fase quatro será encontrar todos seus descendentes que usaram outros sobrenomes ao hoje, por exemplo mim.

Phase four will be to find all their descendants who used other surnames down to the present, such as myself.

A fase cinco será descobrir como todas estas famílias nomeadas VALIM nas outras vilas são relacionadas, depois que estas mesmas etapas são repetidas naquelas outras freguesias. Phase five will be to discover how all these families named VALIM in the other villages are related, after these same steps are repeated in those other villages.

Entre sua chegada em Pico no médio do século 16 a século 20, o nome VALIM apareceu em outras ilhas como Faial, São Jorge e Terceira (possivelmente mais), e em outros países como Brasil e os E. U.. Nos E. U. o nome é transliterado frequentemente ao VALINE que retem a pronunciação correta em inglês.

Between their arrival on Pico in the 1500s and 1900s, the name VALIM has appeared on other islands like Faial, São Jorge and Terceira (possibly more), and in other countries like Brasil and the U.S. In the U.S. the name is often transliterated to VALINE which retains the correct pronunciation in English.

Se você está um descendente de o VALIM e quiser assegurar sua família não é omitido da base de dados de o Valim eu criei para a publicação futura, você pode contatar-me em:

If you are a VALIM descendant and want to ensure your family is not omitted from the Valim database I have created for future publication, you can contact me at:

VALIM
Doug da Rocha Holmes
Surprise, Arizona 85388
U.S.A.

Eu também tenho uma artigo sobre o nome Valim com mais informações.
I also have an article about the name Valim with more information.

Os todos meus artigos (todos em o inglês):
All of my articles (all in English):
www.dholmes.com/articles.html

=

a

a

a

DE ONDE VIERAM OS gonçalves VALIM,  os mais antigos achei em extremadoura, Espanha em 1600,  os nossos da ilha do pico, em piedade, assinalado no mapa.

====================

a

a

a

a

a

RESUMO nº 02: Aqui não obtivemos uma confirmação:

DIOGO G LOPES, c/c IGNACIA TEREZA DO EVANGELHO   (ainda há dúvidas aqui)   PAI DE   Joaquim Gonçalves  Valim

SOBRE O PAI DO JOAQUIM GONÇALVES VALIM há dúvidas, quase certeza que seja DIOGO GARCIA LOPES, mas é certo que ele é primo da esposa TEREZA UMBELINA DE MELO, pelas relações de parentesco no processo de casamento de uma das filhas em franca casada com um Garcia Lopes.

O certo é que TEREZA UMBELINA DE MELO descende dos VALIM e É do MELO E SOUZa, FILHA DO SILVEIRO, em outras pagina aqui neste site temos todos os nobres antepassados dela em várias famílias.

daqui para baixo é certeza absoluta com certidões:

==

a

a

a

JOAQUIM G VALIM c/c tereza umbelina de melo  é o PAI DE  ANTONIO VALLIM DE MELLO

ANTONIO VALLIM c/c maximina augusta faleiros    É PAI DE  Eulina de MELLO LIMA .

EULINA c/c jose joaquim de lima    É MAE DE   ESMERALDA DE M. LIMA.

Esmeralda c/c amintas eudoro de castro é  MAE de Luciana

Luciana é mãe do autor deste site, Paulo César.

===================================

aa

a

a

ANTONIO VALLIM DE MELLO, nasceu na VILA FRANCA DO IMPERADOR, Província de São Paulo, batizado em 18 de fevereiro de 1854.

há um livro sobre o filho de antonio valim, o josé valim de melo e seus descendentes que vou postar as primeiras paginas aqui.

Antonio valim, homem que deixava seus pastos sem um minimo de mato. fazia todos os netos seguirem com ele para a cidade de uberaba, os netos todos de cavalo seguindo ele.  ajudou tanto a construir a igreja de sao domingos, onde tinha uma casa proximo a grande igreja de sao domingos em uberaba.

Era filho de JOAQUIM GONÇALVES VALLIM e Tereza Umbelina de Mello, antepassado, portanto, de JULIA MARIA DA CARIDADE.

Tereza Umbelina, nascida em 1813, também é descendente de Júlia Maria da Caridade.

Veja página CAPITAO JOÃO GOMES DO NASCIMENTO neste site, e página TEREZA UMBELINA DE MELO neste site.

=

Abaixo, foto de Joaquim Gonçalves Vallim e Tereza Umbelina de Mello. Eles foram os pais de Antônio Vallim de Mello.

Foto rara, tirada em + ou – 1875, em Franca-SP.

estas fotos  (antigamente se dizia CLICHE) nunca vi igual, a mais antiga que conheço, parece litogravura.  estão comigo, e quando eu me for, é preciso que fique com alguém cuidadoso de nossa família.

=

a

a

a

FOTOS DA FAZENDA JAPÃO, em Jeriquara, Ribeirão Corrente, próximo a FRANCA, de onde o Antônio Valim de Melo saiu para ir para Uberaba-MG.

Uma das casas antigas ainda está original. Há outra casa antiga não fotografada.

=

=

=

=

=

a

a

Tereza Umbelina também descende dos Valim e da ilhoa JULIA MARIA DA CARIDADE.

Tereza Umbelina é irmã do Barão de Passos e do Barão de Cambuí:

O barão de PASSOS-MG foi Jerônimo de Mello Pereira e Souza, fazendeiro em MG.

Jerônimo de Melo Pereira e Souza – agraciado com o título ( Dec 17.05.1871 ) de Barão de Passos. Título de origem toponímica, tomado da cidade do mesmo nome, onde o titular era abastado fazendeiro, filho de Silvério José de Melo e Souza e de Mariana Inocência de Melo, casados cerca de 1810. Nasceu a 14.07.1814, Freg.ª de Pedra Branca, Lavras- MG, e faleceu a  07.07.1897, Passos, MG. «Residiu na cidade de Cássia, onde foi protetor da pobreza e construiu a igreja do Rosário, Transferiu-se depois para a cidade de Passos, onde foi abastado fazendeiro.

Muito contribuiu para construção da igreja matriz e fundou a Casa de Caridade, doando para esse fim um grande prédio.» (Laurênio Lago, Acréscimos e Retificações, 160). Casado com Bárbara Lopes, baronesa de Passos.

Colaboradora: Regina Cascão – Fonte: Dicionário das Famílias Brasileiras, de Carlos Eduardo Barata e AH Cunha Bueno. Verbetes: Passos, Barão de; família Melo e Souza.

=

a

a

a

CAMBUHY

O barão de CAMBUHY foi João Cândido de Mello e Souza.Era coronel da Guarda Nacional.

CAMBUÍ, conforme retificação ao ANB no “Titulares do Império” por Carlos G. Rheingantz, RJ 1960, páginas 112 a 121.

  Adendas

João Candido de Melo e Souza, agraciado com o título ( Dec 19.08.1888 ) de Barão de Cambuí. Nasceu a 24.06.1820 em Lavras do Funil-MG e faleceu em 19.06.1899. Capitalista, fazendeiro e proprietário em Santa Rita de Cássia-MG, onde foi juiz de paz e delegado da instrução pública e particular. Casou-se com Matilde de Abreu Melo, baronesa de Cambuí, filha de João Pimenta de Abreu e de Silvéria de Toledo, nascida cerca de 1827 em Passos-MG e falecida a 18.07.1889.

Colaboradora:

Regina Cascão– Fonte: Dicionário das Famílias Brasileiras, de Carlos Eduardo Barata e AH Cunha Bueno – Verbetes: Cambuí, Barão e Cambuí, Baronesa.

 Regina Cascão – Fonte da imagem: Anuário Genealógico Brasileiro

====

a

a

a

ANTONIO VALIM DE MELO casou-se, em 29 de janeiro de 1881, na Freguesia do Patrocínio do Sapucaí -SP, no civil, temos o casamento deles na Matriz de Franca também, com a viúva MAXIMINA  AUGUSTA DE MELLO.

Bem, o velho valim, o antonio valim, que gostoso ouvir estórias dele pela tia elza, pelo tio mário e por minha avó esmeralda e sua filha tia tereza e pelo ivan valim.

ele bravo com os netos, todos tinham que seguir com ele a cavalo para uberaba, ele que ajudou e muito a construção da igreja de São Domingos… os netos tinham que ir todos juntos atrás dele a cavalo. a tia tereza conta que ele ia na igreja de ituverava, afinal não era longe da fazenda do japão em jeriquara onde ele morava. 3 vezes por anos todos se reuniam com ele, todas as crianças como ele na mesa grande na casa da fazenda….  um salão enorme com uma mesa grande.

e no livro dos descendentes do seu filho Zé Valim,,, conta que ele começava a cortar todo mato no pasto mas logo passava para o violão.. a vó esmeralda contava essa parte que ele não deixava um matinho sequer no pasto..

e a maria fumaça da mogiana assoviando logo acima da fazenda… hoje a linha nova passa um pouco mais longe…..

=

a

a

a

Na foto abaixo, ANTONIO VALIM DE MELO e MAXIMINA AUGUSTA DE MELO, da família NOGUEIRA, GOMES DO NASCIMENTO e BARROS MONTEIRO.

==========================

a

a

a

Ver sobre MAXIMINA na página José Justino Faleiros.

Antônio Vallim de Mello, vivia na Fazenda  Cristal dos Vallim, ou Fazenda do Vallim; e na Fazenda Japão, onde hoje ficam os municípios de Ribeirão Corrente, Jeriquara e Cristais Paulistas, próximos a Franca-SP. Na época, todas estas terras pertenciam á Villa Franca do Imperador.

Com a morte dos pais, Antônio Vallim e seus irmãos dividiram as terras, que chegavam a 10km de cumprimento e Antônio Vallim, trocou, em 1893, sua parte na Fazenda Cristal, com um  genro do CAPITAO DOMINGOS.

Sim, José Bento do Valle foi para Franca-SP e ANTONIO VALLIM adquiriu a FAZENDA DA CONQUISTA, que fora do CAPITAO DOMINGOS, em UBERABA-MG.

E ali, faleceu em 03 de janeiro de 1933.

================================

a

a

a

Esse homem honrado trabalhador e maravilhoso que ia sempre, de Uberaba-MG,  visitar os parentes em Patrocínio do Sapucaí-SP , e que lá até nos anos de 1990 ele ainda era  lembrado em Patrocínio Paulista na Festa dos Faleiros.

Ele que da fazenda Japão entre Jeriquara e Ribeirão Corrente, ia de cavalo, muito devoto que era, até à Igreja de Ribeirão do Carmo, em Ituverava-SP.

Também passava lá em Ituverava-SP quando ia para Patrocínio Paulista-SP.

Que ajudou à construção da Igreja de São Domingos em Uberaba-MG.

Que capinava todo o pasto da antiga Fazenda da Conquista, agora rebatizada de Santa Maria. Sim, Vallim não deixava nem um matinho no pasto.

Vó Esmeralda conta também que o Valim tinha um  uniforme novinho da Guarda Nacional.

Ali, 3 vezes por ano, se reuniam e tiravam foto em frente à fazenda, toda a família, netos , bisnetos. A CASA FOI INAUGURADA no dia do aniversário de MAXIMINA, em 1 de novembro de 1901.

Sim, a família se reunia no dia do aniversário do Antonio Vallim, no dia de Santo Antônio e no dia….

Netos foram 50 ao todo.

Toda essa família junta hoje daria milhares de pessoas.

=====

a

a

Abaixo as fotos de 1916 e a foto de 1926, onde aparece o bisneto ZÉ DO DORO, no  colo de Esmeralda de Mello Lima.

NOTA: na foto de 1916, foi registrado errado que a foto era de 1918.

E na foto de 1926, está errado, datada 1927.

CLIQUE DUAS VEZES NAS FOTOS ABAIXO, e elas ficarão em tamanho grande e você verá TODOS NOSSOS AVÓS E PRIMOS EM DETALHES:

a foto é de 1916, está marcado errado 1918.

=

A Família se reunia 3 vezes por ano na Fazenda.

nesta foto. de 1926, Maximina já tinha seu primeiro bisneto, Zé do Doro que está no colo da Esmeralda.

Zé do Doro é também o primeiro neto da Solina, Eulina.

==

a

a

a

Aqui eu me sentei no mesmo lugar em que minha avó Esmeralda estava na foto de 1926, com  tio José do Dóro no seu colo:

Junho de 2010, Séde da fazenda do Antônio Valim de Melo

a

a

Esmeralda de Melo Lima, filha de Eulina Augusta de Melo e de José Joaquim de Lima, nascida, em Uberaba-MG, em 25 de maio de 1905 e falecida em 1996.

Lima porque veio de Ponte de Lima Portugal veja video

a

 

a

a

a

Casada com Amintas Eudoro de Castro, o Dóro, (1901-1975) filho do Boiadeiro Antônio Carrilho de Castro Filho e de Maria Teodora de Castro, (tio casado com sobrinha).

Tiveram seis filhos que chegaram à vida adulta e duas meninas gêmeas, falecidas, ambas, com dois anos de idade, em 1933.

Tiveram filhos e filhas, de dois em dois anos, de 1925 até 1937. Ainda viva só a filha Luciana, vive ainda a nora Inedes.

1-      José de Castro, casado com Maria Aparecida Monteiro, filha de Urias Justino Monteiro e de Armanda de Souza Monteiro, a “Mandica”.  Adotou uma filha. Mandica e Urias são primos, em primeiro grau, duas vezes. Todos falecidos.

2-      Maria Teresina de Castro, casada, aos 15 anos de idade, em 1943, com José Bento de Figueiredo. Nove filhos. Todos chamados Castro Figueiredo. 1- Romilda, 2- Vânia, 3- Leda, 4- Joaquim Pedro, 5- Tereza, 6- Zilda, 7- Mirtes, 8- Maria Aparecida, 9- Lurdes. Romilda, neta mais velha de Esmeralda, é nascida em 02 de novembro de 1944 e casada, em 20 de janeiro de 1968, com Alaor Bento de Freitas, filho de Sebastião Bento de Freitas e de Jerônima Barbosa de Freitas. Romilda tem quatro filhos, todos Figueiredo Freitas: 1- Eduardo, bisneto mais velho de Esmeralda, nascido em 7 de novembro de 1968, casado com filhos. 2- Sandra, nascida em 9 de março de 1970, casada, com filhos. 3- Rogério, 4- Paula. Todos os filhos de Romilda nascidos em Miguelópolis-SP.

3-      Antônio Carrilho de Castro Neto, casado com Honorina Monteiro, irmã de Maria Aparecida Monteiro. Sem filhos. Todos já falecidos.

4-      Gêmeas, falecidas em 1933.

5-      Luciana de Castro, casada com Alceu Júlio da Silveira, filho de João Júlio da Silveira e de Alcina Monteiro. Alceu é primo, em primeiro grau, de Honorina e de Maria Aparecida Monteiro. João Júlio (Juquinha) e Alcina (Chinica) são primos em primeiro grau. Um filho, eu, Paulo César de Castro Silveira.  Alceu é falecido.

6-      Suzana de Castro, casada com José Alberto Ferreira. (Zé Berto, Zéca). Cinco filhos. 1- Terezinha, com três filhos, 2- Leci, com três filhos, (Luciana, Tiago e Neto) 3- Sueli, com dois filhos, (André e Gustavo), 4- Darci, com 3 fihos, 5- Marli com filhos. Todos os filhos de Suzana são Castro Ferreira.

7-      Roberto Carrilho de Castro, (dito Betão), casado com Inedes Carvalho.  Uma filha. Um filho adotivo. Filha Roberta de Carvalho Castro, nata em 17 de agosto de 1979, casada, com um filho.

=

a

a

a

 

A casa da Fazenda Santa Maria tinha um salão grande na frente onde, em uma mesa cumprida, o Vallim fazia questão  de sentar e conversar com todos os netos.

No fundo, na cozinha tinha, um costume da época, um monjolo e uma roda d´água. Sim, uma roda d´água dentro da casa.

Hoje está casa, modificada, pertence ao neto Ivam Vallim, filho de José Valim. Sobre os filhos de José Valim existe  já um livro pronto.

Portanto, a parte central da Fazenda Santa Maria,  ainda  pertence á nossa Família.  NO LOCAL ASSINALADO COM UM   X  FICA A SÉDE DA FAZENDA.

A Fazenda do Antônio Valim e o conjunto Valim de Melo em Uberaba-MG, Terras que já foram da Fazenda da Conquista do CAPITAO DOMINGOS

Antônio Vallim, muito apressado, corria a cavalo , na frente da esposa, Vovó Maximina, ela ia caminhando devagar no cavalo dela, rumo á Uberaba-MG.

Vista aérea da casa da Fazenda do Antônio Valim, hoje de Ivan Valim

Sim, na época, Uberaba-MG ficava longe da Fazenda. Hoje parte da Fazenda é o Conjunto Habitacional Vallim de Mello.

A antiga linha da estrada de ferro Mogiana, que vinha de Franca para Uberaba passava bem perto da séde da fazenda.  Foi desapropiado terras do Valim para passar a estrada de ferro.

Continuando, Antônio Vallim, dava uma arrancada no seu cavalo, não conseguindo ir de vagar ao lado da  Maximina, e depois voltava para perto dela e depois  outra arrancada e outra volta. Ia nesse lenga-lenga até chegar à Uberaba-MG.

Os políticos importantes iam falar com o Vallim em época de eleições.

Doou em vida, as terras, aos filhos, na década de 1920, e coube ao JOSE JOAQUIM  DE LIMA e SOLINA, o SUCURI, que fica, à direita de quem sai de UBERABA-MG e vai para Delta-MG, bem perto do trevo de entrada de Uberaba-MG.

Moraram um ano em Uberlândia-MG. Solina estudou no Colégio Nossa Senhora das Dores.

Por fim moraram muitos anos na Rua Olhos D´gua, hoje rua Barão da Ponte Alta, no Bairro da Abadia, onde hoje é  a casa da Tia Elza, a Casa da Dilma e o  bar do….

José Joaquim faleceu em 1950 e Solina em 1953.

Para saber mais sobre MAXIMINA, ler a página José Justino Faleiros.

==========================

a

a

a

a

A foto abaixo é de ANTONIO VALLIM DE MELLO com sua mulher MAXIMINA  e os  filhos em UBERABA-MG em 1.900.

Antônio Vallim de Mello é filho de Joaquim Gonçalves Vallim.

Nesta foto, A SEGUNDA MULHER DA ESQUERDA PARA DIREITA, EM PÉ, É NOSSA avó EULINA (SOLINA) que é mãe de ESMERALDA DE MELO LIMA.

De pé da esquerda para a direita temos: Maximina, Tio Joaquim, Eulina, Idalina.

Sentados, da esquerda para a direita, temos:

Tio Zeca, Antonio Valim, Tio Ozório e Tia Filhinha.

EU TENHO O ORIGINAL DESTA FOTO RARA, ficará para alguém jovem da família.

Antônio Vallim de Mello, Maximina Augusta de Mello e filhos e filhas, Uberaba-MG, +- 1900

======

a

a

a

 

Na foto abaixo, Eulina (Solina), filha de ANTONIO VALLIM DE MELLO, com o marido José Joaquim de Lima e filhos, em 1910, em Uberaba-MG.   José Joaquim de Lima é  filho de Vovó Chiquinha, que é filha de Tereza Euzébia, filha do CAPITÃO DOMINGOS.

Esmeralda é a menina em pé na foto.  MESMO SE A FOTO TIVER EM BRANCO, CLIC NELA QUE ABRE.

================

a

a

a

 

Na foto abaixo em Uberaba-MG, 1946, Eulina e José Joaquim de Lima.  Eles são os pais de ESMERALDA DE MELLO LIMA.

=

FAMÍLIA DO TIO JOAQUIM NASCIDO EM 1903, filho mais velho da Solina:

Joaquim no seu casamento

sam_7061

 

Nas bodas de prata

sam_7060

com os filhos:

sam_7057

com netos

sam_7058

 

 

 

 

 

Este barão é primo, mas distante, mas será muito distante?

AGUIAR VALLIM

O barão de AGUIAR VALLIM, era Manuel de Aguiar

Vallim e que este era filho do comendador Manuel de Aguiar Vallim e de

Domiciana Maria de Almeida Vallim e irmão do barão de ALMEIDA VALLIM.

Adendas

Manuel de Aguiar Vallim –  agraciado com o título ( Dec 16.09.1884 ) de barão de Aguiar Vallim. Título de origem antroponímica, tomado ao nome de família. Membro de família de abastados proprietários rurais, oriundos das Ilhas dos Açores, estabelecidos em Bananal-SP.Neto paterno de José Aguiar Toledo, natural da Ilha da Madeira, e de Maria do Espírito Santo Ribeiro Vallim, nascida em S. Tomé das Letras- MG, da antiga família Valim de Minas Gerais. Nascido em 04.04.1861, Bananal, SP e falecido em  05.01.1925, São Paulo, SP. Por seus dois casamentos, houve duas baronesas de Aguiar Valim – o primeiro, com Eudóxia Rubião, da família Rubião, da região sul-fluminense do Estado do Rio de Janeiro, nascida em 1865 em Mangaratiba-RJ e falecida  a 29.11.1890 em Bananal-SP, filha do Comendandor João Alves Rubião e de Margarida Carlota de Azevedo; e o segundo, com Maria da Glória Rebelo, da família Rebelo , da região centro-sul do Estado do Rio de Janeiro. Era irmão do barão de Almeida Vallim.

Colaboradora:

Regina Cascão – Fonte: Dicionário das Famílias Brasileiras, de Carlos Eduardo Barata e AH Cunha Bueno. Verbetes : Aguiar valim, Barão de; famílias Aguiar Valim e Rubião.

Anúncios

98 Respostas to “0 2 Antônio Valim de Melo e Maximina Augusta de Melo de Franca-SP e Uberaba-MG – Foram os pais de Eulina de Melo Lima c/c José Joaquim de Lima, bisneto do Capitão Domingos da Silva e Oliveira – Os Souza Lima e Castro de Uberaba-MG”

  1. Eleide Valim dos Santos Says:

    Meu nome é Eleide Valim dos Santos, sou de Votorantim/SP e estou realizando uma pesquisa para tentar montar a árvore genealógica da família Valim. Te encontrei através de pesquisas pela internet e, gostaria de algumas informações a respeito de sua família, como nome dos antepassados, locais e datas de nascimento e falecimento se possível. Até o momento cheguei apenas ao meu tataravô Francisco Gonçalves Vallim, casado com Maria de Oliveira Vallim, eles eram da região de Paranapanema/SP (antiga Vila de Bom Sucesso), mas pelo o que tenho percebido é que há muitos Gonçalves Vallim em MG. E, com todos que converso, sempre dizem a mesma coisa, que a família Valim/Vallim/Valin, enfim, é uma só. Mesmo que não se interesse, agradeço antecipadamente sua atenção. Ah se pudesse me enviar as fotos do site por e-mail agredeceria muito, pois não consegui visualizá-las.
    Abraços,
    Eleide Valim

    • Lúcio de oliveira falleiros Says:

      Eleide tenho um livro onde em mais de 20 páginas aparecem os descendentes de MAXIMINA AUGUTA DE MELO casada com JOAQUIM VALIM DE MELO em primeira núpcias e depois casou com o seu cunhado ANTÔNIO VALIM DE MELO.

    • Abner Vallim Says:

      Eleide Valim dos Santos, meu nome é Abner, caso queira entrar em contato escreva para abnervallim@hotmail.com – tenho uma árvore montada sobre os vallins e talvez possa te ajudar, abraços

      • Eleide Valim dos Santos Says:

        Tataravós: Francisco Gonçalves Vallim, casado com Maria de Oliveira Vallim

        Bisavós: Benedito Caetano dos Santos (*s/d – + 1938), casado com Benedita de Oliveira Vallim (*1896 – +s/d) Paranapanema/SP (antiga Vila de Bom Sucesso)

        Avós Paternos: Isaltino Valim dos Santos (*6/4/1914 – +20/7/1986), casado com Fortunata Santos (*12/10/1917 – +05/2/2007) Paranapanema/SP

        Pais: João Valim dos Santos (*24/6/1941), casado com Maria José dos Santos (*01/2/1942 – +20/6/2006) – Paranapanema/SP

        Eu: Eleide Valim dos Santos (*29/10/1983) Votorantim/SP

        INFORMAÇÕES: lady_letras@yahoo.com.br

    • Fernanda Silva Nogueira Says:

      Boa noite!
      Sou descendente dos Gonçalves Valin de Paranapanema, tenho algumas informações e datas sobre eles. Gostaria de trocar informações sobre eles paa poder completar minha árvore, caso algum de vocês possa me ajudar ficarei muito grata. Também me coloco à disposição para compartilhar tudo o que possuo.
      Um grande abraço

      • capitaodomingos Says:

        manda tudo que voce tiver, estamos pronto a ajudar todos,

      • capitaodomingos Says:

        manda, seria uma honra publicar

      • capitaodomingos Says:

        e vc é nogueira do paranapanema, descendente do assis nogueira fundador de assis e tataraneto do nosso Tome Nogueira,,,, leia sobre tome neste site.

      • Eleide Valim Says:

        Olá Fernanda também sou descendente de Francisco Gonçalves Vallim de Paranapanema, por favor entre em contato comigo para que possamos trocar informações, desde já agradeço a atenção.

        Trisavós : Francisco Gonçalves Vallim, casado com Maria de Oliveira Vallim
        Bisavós: Benedito Caetano dos Santos (*s/d – + 1938), casado com Benedita de Oliveira Vallim (*1896 – +s/d)
        Avós Paternos: Isaltino Valim dos Santos , também conhecido por Izaltino Caetano dos Santos (*6/4/1914 – +20/7/1986), casado com Fortunata Santos (*12/10/1917 – +05/2/2007)
        Pais: João Valim dos Santos (*24/6/1941), casado com Maria José dos Santos (*01/2/1942 – +20/6/2006)
        Eu: Eleide Valim dos Santos (*29/10/1983)
        e-mail: eleidevalim@hotmail.com

    • Abner Vallim Says:

      Para Eleide
      Eu tenho vários Francisco Gonçalves Valim em minha árvore, caso se interesse, entre em contato comigo que talvez a gente se ajude, abraços!

  2. Lúcio de oliveira falleiros Says:

    No livro que tenho sobre os Falleiros, editado em 1968, trás na pág. 134 os descendente de Maximiana Augusta do Nascimento que passou a assinar de Melo, por ter casado, em primeira núpcias, com José Valim de Melo, em 21/07/1877. Com ele teve dois filhos : Joaquim Valim e Maria, falecida com 5 anos. Desses 2 filhos não houve descendentes. Casou então com seu cunhado Antônio Valim de Melo. Da pág. 134 até
    156 aparecem os seus filhos:Eulina, Idalina, José,Maria Augusta e Osório, Os netos: Joaquim, Esmeralda, Olavo, Enich, Maria de Lourdes, Mário, Adalberto Antônio, Elza, José Nair, e Helena. Aparecem ainda 189 netos. Se incluirmos a árvore genealógica de seus 13 irmãos, filhos de José Alve Faleiros c.c. Maria teodora Nogueira , teremos 140 pág. desse meu livro ocupando do assunt.

  3. georgelina correia Says:

    Gostaria de saber se algum de vcs conheceu Sebastião de Mello casado com Zulmira Correia de Mello, ambos de Uberaba.

  4. Lúcio de oliveira falleiros Says:

    porque desapareceram as fotos? Eu ia colocá-las num site que estou irganizando da familia faleiros.pois maximina é casada com o meu tio avô José Alves Falleiros

  5. lucio de oliveira falleiros Says:

    Pela foto dos Valim de 1918, pela lógica e pelo hábito de nas fotos antigas os homens ficarem de pé com suas “amadas’ sentadas à frente poder-se-ia concluir que as mulheres sentadas seiam :
    1–Eugênia de Mello Nogueira primeira esposa de Osório Augsto de Mello
    2–Maria Delfina de Assis Valim esposa de José Valim de Mello
    3–Dolores de Oliveira Valim, esposa de Joaquim Valim
    4–Maximina Augusta de mello esposa de antônio Valim
    5–Eulina de Mello Lima(Solina) esposa de José Joaquim de Lima
    6– Idalina de mello Rezende esposa deManoel Gonçalves de Rezende
    7– Maria Augusta de Mello Borges esposa de Joaquim Borges de Morais
    ———XXX——–
    Na foto das irmãs em que está assinalada a Solina, logicamente as outras duas seriam Maria Augusta e Idalina.
    Abraços e parabens pelo seu trabalho.

  6. Vera Sandoval Jennings Says:

    Estou fazendo uma genealogia da familia Sandoval, minha avo era Plautildes Barbosa Sandoval casada com Ricarte Jose Narciso Jr. que tinham uma fazenda chamada Cristais onde ohoje e Cristais Paulista, SP. Minha mae Benedicta Narciso Sandoval de Oliveira nasceu numa fazenda chamada Cristais onde hoje e Cristais Paulista pertinho de Franca, SP. Estou procurando por dados, e encontrei este site quando google Fazenda Cristais.Meu interesse e puramente genealogico e historico. Moro nos EUA ja faz 24 anos e tenho uma filha somente de 20 anos. Gostaria de ter uma foto ou uma informacao de onde ficava realmente a fazenda onde a minha mae nasceue morou seus primeiros 15 anos de vida. Sera que a fazenda que voce menciona aqui foi a fazenda Cristais onde a minha morava??? FICARIA IMENSAMENTE GRATA POR OURVIR UMA RESPOSTA DE VOCES. Sinceramente Vera

    • capitaodomingos Says:

      assim que puder vou estudar com calma os inventários e divisões de terra da fazenda, e procurar saber também com o atual proprietário da japão que é bem antigo lá.
      só a parte do valim tinha extensão de 10km.

    • capitaodomingos Says:

      Vá ao colégio champagnat, arquivo municiipal e no cemiterio onde tem bastante nome de sandoval.
      Não pude dessa ver ainda, passei por lá mas não deu tempo de ver divisões de terras da cristais,

  7. maria cecilia valim garcia Says:

    Estou pesquisando sobre familia valim, tentando fazer a arvore genealogica. sempre entro no site familia valim p/ ver o que consigo, e neste por acaso alguns desses antepassados da familia valim moraram em franca, onde meu bisavo materno (fernando vallin )nasceu. gostaria de saber mais sobre nossas familias origens, e principalmente me contactar com eles, quem sabe um dia encontrar pessoalmente… por favor, o que souberem da familia valim me envie por e-mail. ok.

    • capitaodomingos Says:

      Veja a árvore genealógica no site do abner valim.
      Ele partiu do valin de são joão da boa vista.
      Em franca todos os valin descendem de JOAQUIM GONÇALVES VALIN. 1802-1891,,,, seu túmulo é o número 9 no cemitério do centro em franca-sp
      em breve posto nome de seus filhos.
      O mais provável é que seja filho de DIOGO GARCIA LOPES. De qualquer forma sua esposa vovó Tereza é também valim, e por ela chegamos tambem aos valim da ilha do pico.
      E lá é o douglas holmes e sua equipe que mais pesquisam.
      Sempre consulte este site em que estou sempre acrescentando informações.
      Vou postar em breve os valin mais antigos da frança e holanda.

      • Eduardo Valim Says:

        Olá! Fiquei interessado em visualizar a árvore genealógica comentada por você, mas não encontrei o site do Abner Valim.
        Poderia passar o endereço, por favor?

        Minha família é de Fraiburgo-SC, onde meu avô Edir Prestes Valin (já falecido) foi prefeito em um dos primeiros mandatos da cidade, fundada em 1960.

        Seu sobrenome era terminado com “N”, mas meu pai, Luiz Carlos Valim, foi registrado com “M”, o que acabou, sem querer, corrigindo o sobrenome para o original.

        Gostaria de saber mais sobre a origem da família, e as conexões até a minha.
        Qualquer informação será muito bem vinda!

        Abraços!

  8. pedro Says:

    tenho informações de joana marcia valim braga irmã de silvia valim braga filhas de elena valim e pai cujo não me recordo só sei que o mesmo as deixou quando crianças. partindo para outra familia na cidade de campinas.hj marcia e silvia vivem em sp/sp com o filho caio fernando valim braga martins..

  9. Marta Valim Leal Says:

    me chamo marta valim filha de samuel valim nasci na cidade de pocrani-minas gerais ñ sei muito sobre meus avos e tios so sei que meu pai dizia q meu avo se chamava joaquim valim meu pai dizia q eles eram 18 irmaos e qq meu avo se casou 2 vezes gostaria d saber mais sobre a familia valim moro na regiao d campinas

  10. Paulo Valim Says:

    Meu nome é Paulo Valim,sou descendente dos valim do sul de minas(varginha)sou neto de João Gonçalves Valim,,,,,talves descedente do barão de valim……

  11. lucio de oliveira falleiros Says:

    No livro dos Faleiros de Osório Faleiros da Rocha, aparecem os seus 7 filhos, 54 netos e 190 bisnetos com datas de nascimento e outras informações. Mas seus trinetos são apenas citados mas não aparecem seus nomes. Provavelmente até tetranetos ela deve ter. Será que existe algum lugar onde possa encontrar esses dados. Eu estou tentndo atualizar o livro dos Faleiros e precisava desses dados.
    Abraços e continuo parabenizando-o pelo seu site.

    • capitaodomingos Says:

      estou indo a uberaba amanha. nao estamos conseguindo encontrar a filha do osorio na praça de santa terezinha em uberaba para reeditar o livro. muito dos livros de franca e patrocinio agora estao agora online no site dos mormons e voce pode atualizar. tenho muitos nomes de uberaba e penapolis para acrescentar, mas o mais importante no entanto, é achar os antepassados do avo do faleiro na ilha terceira… na genealogia da ilha terceira,. e acrescentar mais informações sobre os locais onde viveram.

  12. Diglielmo dos Anjos Valim de Morais Says:

    Boa noite,

    Sou brasiliense, filho de um nobre mineiro de Pocrane, chamado Delosmar Valim de Morais. Tenho muita curiosidade acerca da genealogia da família Valim, por isso, gostaria se possível de informações que possam me ajudar no início dessa pesquisa.

    Atenciosamente,

    Diglielmo.

  13. valterci rodrigues vallim Says:

    meu pai joão vallim netto,meu avô orozimbo lopes vallim meu bisavô joão lopes vallim,moro na cidade de franca,tenho 45 anos meu pai ainda é vivo e ele quando solteiro morava na região de geriquara e cristais,e ele conta que o pai dele falava sobre um parentesco por nome zé vallim, que não soube do seu paradeiro. ainda não consegui ir alem destes.

    • Eleide Valim dos Santos Says:

      Olá Valterci, que coincidencia, meu pai se chama João Valim dos Santos, completou 70 anos dia 24/06, moramos em Votorantim/SP, mas a familia do meu pai é toda de Paranapanema/SP.

  14. leonardo alexandre valim Says:

    oi meu nome é leonardo alexandre VALIMmeu pai e o daniel barbosa valim filho e meus avos sõa daniel barbosa valim antigo pastor primo de rui valim

  15. Paulo Valim Says:

    me chamo Paulo Valim,sou filho de Saul Valim,e neto de João Gonçalves Valim,ambos Nascidos em Varginha Sul de Minas,ambos são primos de grau do Barão de Valim…por parte da minha mãe Maria do Rosário Valim,sou tataraneto do Comendador Domingos Faustino Correia,comendador da ordem do Rio Grande do Sul.

  16. ROGERIO LIMA TEIXEIRA Says:

    OLÁ, SOU BISNETO DE OLAVO JOSÉ DE LIMA QUE É FILHO DE JOSÉ JOAQUIM E SOLINA, SE FOR POSSIVEL, GOSTARIA DE PODER CONTRIBUIR COM ALGUMA ATUALIZAÇÃO DESTA PARTE DA FAMILIA.

  17. ROGERIO LIMA TEIXEIRA Says:

    Olá, vi a carta de meu bisavó sim, estarei coletando nomes e fotos e lhe encaminharei. Parabéns pelo seu site, a muito imaginava em encontrar uma fonte assim, ai em pesquisa de internet achei esta maravilha que você criou.
    Parabéns mesmo de coração…

  18. Ednea Santos Says:

    Alguem conhece Joaquim Valim Neto de Minas Gerais. Serviu em Brasília como Fuzileiro Naval (Ministério da Marinha) meados de l975 a 1980, Tambem fez Faculdade de Turimo na UPIS (BRASÍLIA), Mourou no bairro “Cruzeiro Vellho” – Brasília-DF.

  19. Rogerio Lima teixeira Says:

    ola, consegui umas fotos para talves contribuir, porem nao encontrei aqui no site seu e-mail para poder envia-las. Se puder, me mande seu email para que eu lhe encaminhe estas fotos.

    Abraco,

    Rogerio

  20. ROGÉRIO LIMA TEIXEIRA Says:

    Eu não consegui achar seu e-mail aqui, pois alem de alguns textos, tenho fotos a lhe encaminhar.

    Abraço,

    Rogério

  21. Edson mauro valim Says:

    Olá não consigo achar teu e-mail.sou decendente da familia valim, meu nome ; Edson mauro valim por favor entre em contato comigo pra nós trocar umas idéias… e-mail. edsonmaurovalim@gmail.com

  22. vera lucia valim carlos Says:

    Olá, sou vera lúcia valim carlos, resende RJ. Sou descendente dos valim de BananalSP, vivo pesquisando para saber à que ramo meu bisavô pertence. Seu nome Bernardino Valim, meu avô Antônio Valim Ferreira, mas não sei por onde começar, com tão poucos dados. através de sites descobri que tem uma parte da familia, Almeida Valim , tabém de origem de Bananal que detém valiosas informaçôes, inclusive fotos ditas no site como acervo particular. Acho isso de extremo egoismo, somos parte da mesma descedência e temos o mesmo anseio de saber de onde viemos.
    Esta parte da família a que me refiro, é a parte nobre, eu faço parte da parte pobre apesar de minha mãe Elza Valim, quando viva sempre nos dizer que os talheres de seu avô Bernardino, tinha brasão e que ele era filho de barão. Existe um livro que comprei em Bananal, quando fui visitar a cidade, na semana de carvaval, que fala de todas as familias que começaram alí. Vale a pena ler são fatos comprovados, se contar que a cidade é uma volta ao passado de nossos ancestrais com suas
    fazendas centenárias e seus ricos casarões, mostrando todo o poder destes barões do café. O livro é de autoria de L. de A. nogueira Porto
    nome do livro, Bananal do império. Um grande abraço a todos os valim deste Brasil a fora. Vera Lúcia Valim Carlos Resende RJ.

  23. vera lucia valim carlos Says:

    Vera Lúcia Valim Carlos
    veracarlos2008@hotmail.com

  24. lenice correa tavares Says:

    gostaria de saber quem é( Eugênia e Maximina) elas fazem parte da familía correa, pois meus ASOU BISNETA DE JOSÉ CORREA DOS SANTOS E JOAQUINA TAVARES . SÃO OS PAIS DE MINHA AVÓ MARIA CORREA TAVARES NASCIDA EM 30/SET/ DE 1911 CIDADE ITAI S/P MATERNOS. O PATERNO SÃO BENTO CORREA DOS SANTOS E GLORIA MARIA ANTUNES MEU AVÔ JOSÉ CORREA DOS SANTOS NASCIDO EM 05/MAR/ 1908 ITAI S/P MEUS AVÔS PRIMOS LEGITIMOS FAMILIA SIMPLES HUMILDES NÃO TINHAM MEIOS DE COMUNICAÇÃO EM 2006 A DIVULGAÇÃO NO FANTÁSTICO VISTA PELA FAMILIA CORREA A HISTÓRIA QUE MEUS AVÔS CONTAVA CONFIRMAM TAMBÉM MEU AVÔ JOSÉ CORREA COMENTAVA SOBRE SUA PRIMA ALEIJADA QUE NO TESTAMENTO FALAM SOBRE ELA , NO TESTAMENTO DO COMENDADOR DARÁ ENQUENTO VIVER A QUANTIA DE 20$000 PARA OCORRER AS SUAS DESPESAS PARTICULARES NO ENTANTO SÓ NESTA FAMÍLIA QUE CONHECEMOS OS FATOS SOBRE A ALEIJADA . A FAMILIA CONTRATOU ADV VALOR 12,000 R$ ELAS FORAM PARA O RIO GRANDE DO SUL TROUXERAM ALGUNS DOCUMENTOS QUASE QUE NADA O MESMO QUE A FAMILIA TEM EM MÃOS( ETC). DOMINGOS FAUSTINO CORREA, VIVEU NA ESPANHA ELE SERVIU Á GUERRA , E SEUS IRMÃOS VIERAM PARA O BRASIL 3 DELES NO INTERIOR DE S/P QUE SÃO MEUS BIZAVÔS, E OS DEMAIS FORAM PARA O RIO GRANDE DO SUL ONDE ELES PERDERAM O CONTATO ETC/ MEUS AVÔS COMENTAVAM ENTRE ELES OQUE ACONTECEU COM FAUSTINO LA NA GUERRA . UM DIA NÓS SABEREMOS ? HÁ POSSIBILIDADE DE SERMOS LEGITIMOS HERDEIROS DO COMENDADOR DOMINGOS FAUSTINO CORREA COMENTADO POR MES AVÓS ….. vós falavam esses nomens . Eu lenice correa tavares, relato um pouco mais sobre há familía correa ;

  25. francisco vallim de mello Says:

    eu me chamo francisco vallim de mello eu gostaria de saber mais da milha arvore geologica

  26. Lucas Xavier Lopes Vallim Says:

    Queria me aprofundar mais na história, meu nome é Lucas Xavier Lopes Vallim. Filho de Wladmir Amaral Vallim que por sua vez é filho de Manuel Amaral Vallim, filho de Luis Adolfo Vallim, a partir dai já não sei mais nada.
    Obrigado.
    Contato: lukasxavier_lopes@hotmail.com

  27. Alice Says:

    Olá!
    Me chamo Alice Valim Rangel,e sei muito pouco da minha descendência .sei que a minha avó chamava-se Isabel Valim Rangel,ela morava em bananal na fazenda xandoca.estou buscando outros dados,porque sei que o pai dela era comendador.tenho parentes em bananal e em breve mando novos dados.obrigada

  28. Edson Ricardo valin Says:

    Muito legal, gostaria de saber mais informações e fotos da família Valim. Meu Nome é Edson Ricardo Valin, tenho um irmão com nome Antônio Carlos Valin, somos filhos de Benedito Gonçalves Valim Filho e Netos de Benedito Gonçalves Valim

  29. Yeshua Vallim Says:

    É. Muitas são as dúvidas. Muitos, ainda não tem informações esclarecedoras. Eu tenho prá mim, que: Os sites que se reportam à região Dauphiné, Sudeste da França, principalmente, dão conta da origem dos Vallim, Valim brasileiros. Vieram, de alguma forma, para o Arquipélago dos Açores, portugueses (1550-1650). De lá, os Gonçalves Vallim e os Pereira Vallim, vieram para a América (Brasil)
    Sul de Minas Gerais (as minas do ouro), por volta de 1760 (os Gonçalves; os Pereira Vallim, foram para o Sul do Brasil).
    Os Gonçalves Vallim disseminaram-se pela Serra das Carrancas, Comarca do Rio das Mortes, de lá, vieram para São João da Boa Vista, no Estado de São Paulo. Por ora. Açores, 26/09/2013 (Yeshua Silvério Gonçalves Vallim)

  30. sandro leal Says:

    na cidade de arroio do sal rs. tem um monte de valim, pereira e de melos.

  31. Juliana Says:

    procuro pela família “garcia vallim”, provavelmente vinda da frança ou portugal, baseada no rio de janeiro e depois em minas. alguém tem infos?

  32. Josué Valim Says:

    Valeu, Lucas Xavier Lopes Vallim. Procure no MyHeritage, da Família Vallim. Abraços.

  33. Lucas Valim Tomé Francisco Says:

    Sou de Torres-RS. Por aqui a família Valim é bem grande.
    Nas cidades de São José dos Ausentes, Bom Jesus e Cambará (Serra Gaúcha) a família Valim é ainda maior, mas ainda não tenho informação de qual ramificação vieram os primeiros descendentes para essa região.
    Meu bisavô se chamava Antonio Osorio Valim e era casado com Izaltina Cardoso Valim, meu avô se chamava Bernardino Antonio Valim.
    Gostaria de saber mais sobre meus antepassados, se puderem me ajudar eu agradeço.
    Abraço.

  34. PATRICIA VALIM Says:

    olá pessoal, sou neta de GUILHERME VALIM, nascido em Varginha – MG, poderiam me ajudar com alguma informação qto ao meu bisavô e tataravô?

  35. Josué de Oliveira Valim Says:

    Penso que os Vallim de Varginha, Eloy Mendes, ligam-se aos Vallim de Lavras, São João Del Rei, São Thomé das Letras;
    Há informações de que os Vallim da Região Sul, são os açorianos, principalmente os Pereira Vallim; Acredito que os Vallim do Rio de Janeiro, ligam-se mais aos descendentes do Barão de Aguiar Vallim, migrados de Bananal/SP e Barra Mansa/RJ; Francisco Vallim de Mello; consulte a página ligada a Antonio Vallim de Mello

  36. Romário Pereira Valim Says:

    meu nome é Romário Pereira Valim,filho de Benedito Gonçalves Valim,nascido em bananal no ano de 1898,sendo meus avós
    paternos Cândido Gonçalves vallim e Paulina Maria da Glória Vallim

  37. valdirene Says:

    Puxa também sou Valim meu pai era mais ja faleceu gostaria de saber da onde tinha vindo este sobrenome sou negra ,ele era filho de Iracema valim tambem falecida numa falou da onde vieram seus pais , meu pai se chamava Flavio valim ,moro aqui em pedro Osório no rio grande do sul ,espero ter uma resposta

  38. Josué de Oliveira Valim Says:

    Muito bom, visitar estas páginas. Um forte abraço a todos.

  39. lucas vallin Says:

    Ola . Meu nome e Lucas de Carvalho Vallin.
    Eu gostaria saber se o nosso nome tem algum escudo , se agente tem algum tipo de ” Nobreza ” no nosso nome ..

    Pq a minha vida toda sempre que eu fala que meu nome e Vallin as pessoas ficão me perguntando , coisas do tipo se minha familia e influente e na historia .

    E eu tenho muinta vontade de entra na arvore .

  40. Denner Valim de Mello Says:

    Boa tarde.. sou Denner Valim de Mello filho de Deleydio Valim de Mello meu avô se chamava Francisco Valim de Mello, muito bacana esse regaste da nossa historia, quero parabenizar o idealizador, sou nascido em Uberlândia-Mg, mas morro no Mato Grosso a 20 anos, e apesar das novas leis vigentes ainda hoje conservamos o nosso sobre nome. Abraços a todos…

  41. rodrigo valin de andrade Says:

    Boa tarde Família , espero que esteja todos bem , queria saber mais da minha familia nosso passado , so tenho um tio que fala sabe os nomes tinha algumas coisas anotadas e perdi , sou de Anapolis Go , porem meus bisa de Cornélio procopio , deixo meu mail rodrigovalindeandrade@hotmail.com … espero mensagem de vcs abraço assim que pegar estes dados espere que vcs me ajudem … um forte abraço

  42. Mario João Valim Says:

    Olá o meu nome é Mario João Valim, e moro em Araranguá, Santa catarina, e bela diga-se de passagem, a minha família é a
    mais bonita do Brasil um beijo para todos da família Valim.

  43. Jairo Satler Duarte Says:

    Passei enfrente a fazenda japão, fiquei maravilhado pela casa e psquisei, sou de Franca, Parabéns pela historia.

  44. MARLENE VALIM Says:

    SOU MARLENE AP VALIM MEU PAI SE CHAMA JOSE VALIM SOU DE FRANCA SP GOSTARIA DE TROCAR INFORMACOES

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA UBERABA-MG FRANCA-SP MADRINHA DA SERRA Says:

      Excelente. Sempre quis conhecer os Valim que ficaram em Franca-SP. Sabe que o nosso patriarca Joaquim Gonçalves Valim está no túmulo 9 no cemitério do centro? Mande sua genealogia e a história de vocês. Gostaria de visitá-los.

  45. Ana Valim Says:

    Olá… Meu nome é Ana Maria Vitória Valim… Filha de Alfredo Moreira Valim e neta de Joaquim de Almeida Valim… Gostaria de saber mais sobre minha árvore genealógica…
    anavalim230282@gmail.com Obrigada!

  46. Marilene Valim Says:

    Sou Marilene Valim, sou do Rio Grande do Sul próximo a cidade de São Francisco de Paula, tenho origem Valim,meu avô(já falecido) chamava-se Manoel Adolfo Valim. Tens como pesquisar para mim qual é esta origem?
    Grata.

  47. neivavalim Says:

    uma boa pesquisa histórica,bom saber da história da familia

  48. Maria Elisa de Sousa Domingos Says:

    A avó da minha mãe se chamava Maria Jacinta Melo, que faleceu em 2000. O Tio da minha se chama Onorfio de Melo, que faleceu em 2013/14. Todos moravam entre Franca e Itirapuã, cidade que fica na divisa de São Paulo com Minas Gerais. Itirapuã faz divisa também com Patrocínio Paulista…. Os parentes do Pai da minha Mãe são Melo/Oliveira… Queria saber mais desta grande família, teve ramificações em Itirapuã

    Minha Bisavó:
    Maria Jacinta Melo (quando se casou, passou a assinar Oliveira) mas se casou duas vezes
    Um dos irmãos dela se chamava Onorfio Melo
    Meu Avô: José Anésio de Oiveira
    Minha Mãe: Sônia Aparecida de Oliveira (quando se casou passou a assinar Sousa)
    Eu: Maria Elisa de Sousa (Domingos)

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA Faleiros, Leme, UBERABA-MG FRANCA-SP MADRINHA DA SERRA Says:

      sim. da fazenda dos melos. perfeito. um dos cunhados da maximina, irmão do antonio valim foi pra patrocínio itirapua. outro pra terra do quercia onde deu o samelo. são 16 irmãos. sei de poucos.

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA Faleiros, Leme, UBERABA-MG FRANCA-SP MADRINHA DA SERRA Says:

      conheci uma dos melos da fazenda dos melos em Ituverava-sp.

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA Faleiros, Leme, UBERABA-MG FRANCA-SP MADRINHA DA SERRA Says:

      em breve posto nome dos irmãos do antonio valim.

  49. moacir de oliveira Says:

    nao encontrei geneologia de joao inacio de oliveira ano 1860

  50. Denner Valim de Mello Says:

    Boa tarde.. sou Denner Valim de Mello filho de Deleydio Valim de Mello meu avô se chamava Francisco Valim de Mello, muito bacana esse regaste da nossa historia, quero parabenizar o idealizador, sou nascido em Uberlândia-Mg, mas morro no Mato Grosso a 20 anos, e apesar das novas leis vigentes ainda hoje conservamos o nosso sobre nome. Abraços a todos…” Esse foi meu comentário em 2015″, bom.. sempre acompanho o seu empenho e agora trouxe o nome do meu bisavó, Joaquim Valim de Melo, tbm conhecido como Quinzote. Filhos do vó Chiquim, Francisco Valim de Melo, foram 6, 3 homens e 3 mulheres, os homens são todos Valim de Melo, meu pai, Deleydio, Tio Delfino,Tio Saulo, mulheres tia Diva, Dilma e Dirce. A partir de hoje vou atras dos demais e te passo.. Parabéns pelo resgate fica com Deus.

    • GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA, Faleiros, Leme, UBERABA-MG, FRANCA-SP, MADRINHA DA SERRA, Três Ilhoas Says:

      veja as demais páginas sobre maximina e os valim. eu soube de valim que foram para uberabinha. me contaram na franca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: